Item tão importante na confeitaria, entre outras aplicações, o chantilly pronto ou semipronto traz praticidade ao mercado Foodservice. Vigor emplaca duas marcas na liderança da categoria entre os operadores.

O chantilly da Amélia aparece em primeiro, com 7,6% das menções espontâneas, seguido pelo chantilly da Vigor, com 5,8%. Ainda foram citadas as marcas Fleischmann, Nestlé, Elegê, Richs e Norcal.

A aparência é de um grande empate técnico, já que todas as marcas mais citadas estão dentro da margem de erro, para cima ou para baixo. No entanto, Amélia é uma marca da Vigor. Isso quer dizer que as duas marcas mais citadas não são concorrentes e formam uma liderança confortável de 13,4% quando somadas. Além disso, os produtos das duas marcas se complementam.

O chantilly da Amélia, chamado Chanty Mix, é um preparado, ou seja, uma mistura semipronta vendida em embalagens tipo TetraPak de 1l. Você tem que batê-la para que ganhe volume e consistência desejada.

Além do Chanty Mix Tradicional, há ainda as opções Chanty Mix Chocolate e Chanty Mix Supreme sabor Baunilha. Já o chantilly da Vigor vem em lata pressurizada de 250ml, pronto para uso. Como cada operador foodservice tem uma demanda para o produto, a Vigor se apresenta com várias opções.

A Vigor foi fundada em 1917 como Oliva da Fonseca Indústria e Comércio Ltda., como empresa de fornecimento de leite e leite condensado. Ganhou o nome Vigor em 1930, quando já trabalhava também com leite em pó, queijos, cremes pasteurizados e manteiga.

Na década seguinte, a Vigor foi a primeira do Brasil a fabricar queijo Parmesão, o Faixa Azul, sucesso de vendas até hoje.

A partir da década de 1980, a Vigor começa um processo de expansão com a aquisição de outras marcas e empresas. Atualmente, o portfólio da Vigor conta com as marcas Leco, Faixa Azul, Amélia, Danúbio, Serrabella, Carmelita e Jong.

Na última década, o grande lançamento da Vigor foi o Iogurte Grego, receita que mudou a preferência do consumidor.