KETCHUP – A marca mais forte entre os operadores foi construída em uma década

Inventora do ketchup de tomate como o conhecemos, em 1876, a Heinz só chegou ao Brasil em 2011. Mesmo assim, os poucos anos de atuação garantiram à marca americana a liderança do mercado foodservice.

A Heinz foi a mais citada por 33,4% dos operadores. A segunda posição foi da Hellmann’s, com 16,6%. Em terceiro, o Ketchup da Cepera, com 10%.

O trio é seguido pelas marcas Arisco, Predilecta, Hemmer e Quero. Outras marcas representaram 12,9% e apenas 10% não souberam responder.

A linha de ketchup de foodservice tem embalagens de 2kg, garrafas squeeze de 1,03kg e a caixa de sachês individuais de 8g.

Parte da gigantesca Kraft Heinz, 5ª maior empresa alimentícia do mundo, a Heinz foi fundada em 1863 e fez uma alta aposta quando veio para o Brasil.

Em 2011, o grupo desembolsou 1 bilhão de reais para adquirir a Quero Alimentos, introduzindo a marca Heinz no mercado brasileiro por meio de produtos importados.

A fabricação em território nacional começou dois anos depois, em Nerópolis, Goiás. Atualmente, a Heinz fabrica condimentos (ketchup, mostarda, maionese e molho barbecue) e molhos de tomate em seis receitas diferentes.

Start typing and press Enter to search