A cada dia que passa, o atum em conserva ganha mais e mais adeptos: é prático e saudável. Duas marcas disputam ponto a ponto a lembrança dos operadores.

Com uma diferença de exatos 2%, GOMES DA COSTA figura ligeiramente à frente da concorrente COQUEIRO, em um empate técnico. E ambas aparecem muito à frente da marca PESCADOR, terceira mais lembrada.

As marcas CONSORCIO, ROBINSON CRUSOÉ, 88 e BEIRA MAR completam a lista das sete mais lembradas. Há, no entanto, margem para crescer, uma vez que 37,5% dos operadores não indicaram ter uma marca de lembrança.

A linha foodservice da líder Gomes da Costa é oferecida em embalagens de 500g e 1kg, nas opções Atum Ralado ou em Pedaços,  em Óleo ou ao Natural.

A empresa foi fundada em 1954 pelo imigrante português Rubem Gomes da Costa em Niterói, Rio de Janeiro, primeiramente como produtora de sardinhas enlatadas em conserva. A produção de atum em conserva começou em 1990.

A Coqueiro, por sua vez, surgiu em 1937 e foi pioneira em vendas de sardinha em lata, tendo iniciado a produção de atum em conserva em 1982.

A marcaCoqueiro já foi propriedade da Quaker (1973), da Pepsico (quando esta adquiriu a Quaker, em 2001), e desde 2011 faz parte do portfólio de marcas do Grupo Camil.

Para os operadores Foodservice, oferece atum ralado ou em pedaços em embalagens de 480g.